26 de setembro de 2012

Medo de crescer?

Já fui um pouco como essas garotas que veem o mundo de forma romântica; que sonham encontrar o príncipe encantado, morar num castelo, tudo dentro de um mundinho cor-de-rosa. Ah, qual é, não era essa a mensagem principal dos contos de fadas?
Por alguns anos da minha vida eu achei que tudo era perfeito. Que as coisas duravam pra sempre e que as pessoas eram todas boas e amigáveis.
E por mais ridículo e infantil que isso possa parecer, eu ainda não teria vergonha de admitir.
O tempo passou e eu cresci. É engraçado porque ninguém nem precisou dizer o quanto eu sofreria se continuasse vivendo no meu mundo perfeito. Eu fui descobrindo sozinha. Algumas coisas foram ficando pra trás. Metas foram se estabelecendo, sonhos foram mudando, conceitos foram tomando forma. As bonecas na estante foram dando lugar a livros. As adoráveis meias coloridas ficaram cafonas e horríveis.
Eu simplesmente não pude evitar essa mudança. Eu não podia ficar parada no meu passado, por mais cômodo e aconchegante que fosse. Até porque, ouvi coisas diferentes, que me fizeram pensar diferente. Comecei a ter problemas e a me importar com os problemas do mundo.
Aquela menina que obedecia tudo o que o pai mandava agora quer questionar as ordens dele antes de assentir. Os desenhos na TV que pareciam encantadores e fascinantes agora parecem banais... Historinhas mal contadas não a convencem mais. Antes andava pela casa só de calcinha. Agora, não gosta nem de pensar na hipótese de alguém a ver assim.
Conheceu novos cheiros. Se o cheiro do bolo quentinho da avó parecia a oitava maravilha do mundo, imagina o cheiro que fica na roupa depois que aquele garoto incrível lhe dá um abraço. Conheceu novos gostos. O chiclete que vinha com tatuagem parecia bom, mas o gosto de um beijo demorado parece bom demais.
A menininha que acreditava em tudo mundo, começou a ter decepções. Conheceu a inveja, o ódio. Foi tratada com estupidez. Conheceu a solidão. O egoísmo. Antes, chorava só quando o pai dava umas palmadinhas, agora chora porque o coração dói. Uma dor nova, a amargura. Conheceu a sensação de ser trocada e abandonada. Se por um lado foi pisada, por outro foi ignorada. Sentiu a dor de ser enganada. Agora ninguém mais se importa.
Agora o cabelinho loiro do príncipe não tem tanta importância. Se ele a faz gargalhar, se ele a abraça e a faz sentir única no mundo, já é o suficiente.
Conheceu outros tipos de amor. Não mais aquele amor sereno, delicado e inocente que sentia pelos pais, pelos primos, pelo cachorrinho. É um amor mais violento, mais possessivo, mais agressivo. Agora, vem acompanhado de desejo. Antes, garotos e garotas não se misturavam, agora encontram afeto um no outro. O amigo vira namorado.
Que droga! Tem que aprender a ser fria pra não sofrer novamente. Tem obrigações, tem deveres, tem medos – agora o pai não pode mais lhe proteger de tudo – tem vontades próprias. Tem que fazer escolhas. Abandonar algumas coisas. Aprender a dizer ‘não’. A ser um pouco mais dura e bem mais esperta. Tem que aprender a se defender. Tem que saber perdoar. E tem mais e mais decepções.
Mas e se não tivesse, não aprenderia nunca. Não cresceria nunca. Tá aí a frase chave! Medo de crescer por quê? Eu sempre gostei de coisas novas. Se crescer é um processo necessário, então eu quero aproveitar o melhor das partes.

(Raphaela Fagionato)

“Esse texto faz parte da blogagem coletiva promovida no Depois dos Quinze.

5 comentários:

  1. Nossa, que lindo o texto *---* É tão seu e tão meu e de todas as garotas ao mesmo tempo. Vou continuar acompanhando seus textos aqui :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitooooo obrigada, de verdade *-* Que bom que se identificou; venha sempre aqui sim, será sempre muito bem vinda :)

      Excluir
  2. Que lindo seu texto! Quando criança me sentia exatamente assim, em um mundinho cor-de-rosa, e agora se transformou em dias cinzas!
    Beijos e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn obrigada! É... exatamente isso que acontece né? kkkk Beijoos :)

      Excluir
  3. Olá, amiga!

    A Loja Hot Hot tem produtos da Forever21 e outras marcas para pronta-entrega e frete grátis :-) Se você quiser, dá uma olhadinha em nosso site www.lojahothot.com



    Para ficar pro dentro das novidades, dê um like em nosso FB facebook.com/hothotbr



    beijosss xoxo

    ResponderExcluir